Como Educar Seus Filhos. Erros Educação De Filhos. Erro #6 - Ser Inflexível

Em 02/08/2016 , Comments

Posso começar esse texto fazendo perguntas?

Acabei de fazer uma. Na verdade eu quase sempre faço isso nos meus textos e vídeos.

 

Você já tomou uma decisão ou deu uma ordem para suas crianças e, não voltou atrás mesmo sabendo que não tinha razão ou que tinha sido injusto?

Qual é o impacto deste tipo de postura na educação das crianças?

Qual é a diferença entre firmeza e rigidez? E entre flexibilidade e moleza?

 

Eu estou publicando uma série de textos (e vídeos) onde eu falo sobre erros que os pais cometem na educação dos filhos.

Então leia os textos e assista aos vídeos anteriores aqui no site (www.meditacaoparacriancas.com/blog).

 

E neste texto (e video abaixo) eu vou falar sobre o Erro #6: Ser inflexível ou Manter Uma Posição Inflexível Mesmo Sabendo Que Não Tem Razão.

Qual a mensagem que esta postura transmite para as crianças? E o que você pode fazer para começar a mudar, se esse for o seu caso?

 

Como Educar Seus Filhos: Os Pais São Os Heróis Dos Filhos

 

Quando eu atendia como psicoterapeuta, eu me deparava com vários tipos de mães e pais: aqueles que eram rígidos, aqueles totalmente liberais e também aqueles que eram mais justos ou mais equilibrados.

Eu percebia que muitas vezes era o medo que tornava os pais rígidos: medo de perder o respeito, a confiançamedo que os filhos sofressem, medo de perder o controle sobre os filhos.

Outras vezes a rigidez vinha da insegurança que os pais tinham em relação ao seu papel enquanto educadores e protetores, então, era melhor cuidar para não perder esse controle.

A rigidez também pode vir por traumas ou experiências que eles próprios viveram e, que lhes causaram sofrimento. Então, é melhor proteger os filhos para que eles não sofram e mais uma vez: “É melhor fazer o que eu digo e eu não vou voltar atrás... para o seu bem”. Não é assim que alguns pais dizem? E assim tudo é mantido sob controle.

 

A rigidez também pode vir de crenças que os pais podem ter, como por exemplo: "Os pais tem a obrigação de saber tudo.", ou "Os pais devem sempre ter razão", ou até, "Se reconsiderarem uma decisão, os filhos vão descobrir que eles não sabem tudo."

 

E os pais que deveriam ser heróis para seus filhos, cometem erros, são imperfeitos!

 

 

Então, é melhor manter a decisão a ferro e fogo e continuar com a autoimagem intacta. Sem manchas.

A rigidez está fortemente ligada à insegurança e ao controle com  o piloto automático ligado. Ou seja, esses pais não tem de fato a consciência do real motivo de suas escolhas e das desastrosas consequências.

A rigidez pode ser uma máscara para a insegurança e um boa armadura para as fraquezas, quando a pessoa acredita que ser flexível é ser fraco.

 

Como Educar Seus Filhos: Pais Permissivos ou "Pais Bananas"

 

E o extremo da rigidez é o que vou chamar de moleza ou permissividade. Ou até, como disse um educador que eu conheci - O Prof. Marcos Meier: Os Pais Bananas

 

 

Quem sabe eu fale mais sobre o tipo de mãe e pai permissivos ou "Os Pais Bananas", em outro texto ou vídeo.  

Eu acredito que a intenção por trás dos comportamentos dos pais é sempre positiva. É sempre por um motivo nobre, afinal, a esmagadora maioria dos pais querem o melhor para seus filhos. Acredito que seja o seu caso também.

Podemos dizer, então, que os pais erram por amor? Você concorda com isso?

Só que mesmo sabendo que é por amor, podemos reavaliar as nossas escolhas enquanto pais, observando se elas estão alinhadas com os nossos valores, porque eles serão a base para a formação do caráter dos nossos filhos.

 

Como Educar Seus Filhos: O Que Essa Postura Comunica Às Crianças

 

E o que uma postura rígida comunica às crianças?

Talvez que elas não podem errar - o que pode torná-las pessoas medrosas, inseguras, controladoras, centralizadoras, perfeccionistas e com um alto nível de autocrítica.

Talvez se tornem adultos com sérios problemas nos relacionamentos, porque aprenderam com o exemplo dos pais, que não se deve voltar atrás.

Porque aprenderam que tem que fazer valer a posição delas e, quem tem que mudar de opinião é sempre o outro, mesmo que isso cause (ao outro) um sofrimento desnecessário.

 

Como Educar Seus Filhos: A Fábula Do Bambu E Do Carvalho

 

Deixa eu contar uma história que fala sobre rigidez e flexibilidade. Que talvez você já conheça.

É a Fábula do Bambu e do Carvalho

"Diz uma lenda chinesa que em um bosque existiam muitos tipos de árvores.

Duas delas se sobressaiam por serem radicalmente diferentes: o bambu e o carvalho.

Num determinado dia houve uma grande tempestade, com fortes ventos que sopravam sobre elas.

Quanto mais o vento soprava mais o carvalho, com sua robustez, fazia resistência a ele até não poder mais e sucumbir, sendo arrancado do chão e ficando com as raízes para o ar.

Já o bambu, à medida que a tempestade persistia, curvava seus galhos longos e flexíveis acompanhando o movimento do vento chegando mesmo a tocá-los no chão, mas ainda muito bem enraizado.

Ao final da tormenta, o bambu recompôs-se voltando ao seu estado natural, enquanto o carvalho jazia fora de sua cova."

 

Como Educar Seus Filhos: Aprendizados Da Fábula do Bambu E Do Carvalho 

E o que podemos aprender com essa pequena fábula:

O tempo de enraizamento pode simbolizar o seu tempo de amadurecimento, de aprendizado, de evolução e de autoconhecimento. É toda a sua infância quando você foi absorvendo tudo o que precisava para sustentar o seu crescimento de forma saudável.

As raízes do bambú são os valores e as convicções que você cultiva e que deseja transmitir para seus filhos.

Os valores é que vão nortear as suas escolhas e sustentar as suas decisões. Os valores formarão uma base sólida para a educação ou orientação dos seus filhos.

O vento pode simbolizar todas os desafios, dificuldades e obstáculos que você pode enfrentar na vida. São as saias-justas em que seus filhos lhe colocam e que forçam você a melhorar, a refletir e a reconsiderar suas decisões.

O vento também simboliza as suas batalhas internas, as tentações, as distrações que tiram você do caminho e o desconectam dos seus objetivos.

No entanto, se suas raízes são fortes, você vai enfrentar os seus desafios e assim como o bambu, você vai se reerguer quanto passar a tempestade.

Especialmente nós pais e mães, fazemos isso o tempo todo, não é verdade?

De onde vem essa força? Você já parou para pensar nisso?

 

Como Educar Seus Filhos: O Que É Ser Flexível?

 

Ser flexível não é deixar as crianças fazer tudo que quiserem, não é mimar ou superproteger as crianças, e sim, ser justo e saber voltar atrás quando você reconhecer que exagerou ou errou.

Ser flexível é se permitir errar. É saber perdoar e pedir perdão quando necessário por reconhecer que não é o dono da verdade. E que também está aqui para aprender.

Flexibilidade não é sinônimo de não ter opinião própria, mas sim, saber se colocar no lugar do outro, neste caso, do seu filho ou filha.

É compreender e aceitar a posição de eterno aprendiz.

Você pode ser firme e flexível ao mesmo tempo. Você será firme com tudo aquilo que violar as suas raízes os seus valores. E flexível quando você der a oportunidade de escutar seus filhos, de saber o ponto-de-vista deles.

Pais que são firmes agem com amor, com bom senso e procuram proteger os valores que praticam e desejam transmitir para os filhos.

Pais rígidos agem pelo medo, não querem saber o que os filhos pensam, e muitas vezes, eles não tem consciência do motivo que os leva a ter aquelas atitudes e comportmentos.

 

Então, você é firme ou rígido? Você é flexivel ou mole?

 

Como Educar Seus Filhos: Aproveitar Melhor O Tempo

 

Toda essa reflexão serve para lhe trazer consciência e não para você ficar se sentindo culpado, Ok?

No entanto, se você apenas ler esse texto ou assistir ao vídeo e não começar a colocar em prática, o trem da vida vai passar e você vai ficar parado e sozinho na estação.

Então, mãe e pai, comece agora, não deixe para amanhã ou depois. O tempo passa. A vida passa.

Seus filhos crescem todos os dias e o papel de vítima não vai amenizar a sua frustração.

Quando você perceber... já não dá mais tempo.

 

Como Educar Seus Filhos: Plano De Ação

 

Então, aqui está um pequeno Super Secretíssimo Plano de Ação, para que você começar e ir ajustando um pouco por dia - aquilo que você considerar que pode melhorar.

E vamos combinar uma coisa: o que vale é a sua percepção.

Se você considerar que está tudo bem e que não precisa melhorar. Siga em frente. Se do seu jeito já está dando os resultados que você quer, vá para o próximo ponto a ser melhorado. 

E se você acha que não tem nada para melhorar. Sugiro que você comece assistindo o Vídeo #1 que eu publiquei.

Vamos lá... Pegue um caderno ou bloco de anotações e um aparelho de escrever: lápis, caneta ou pena. E anote aí... Esses 4 passos.

 

Como Educar Seus Filhos: Passo #1 - Fazendo Uma Retrospectiva

Fique alguns momentos sozinho, longe da confusão e do barulho.

Recorde as situações que ocorreram entre você e as crianças nos últimos 30 dias, que você reconhece que foi muito rígido e, mesmo assim, não voltou atrás na sua decisão.

Vá anotando todas as situações que ocorreram. Aquelas que você recordar possivelmente sejam as mais significativas.

Faça um esforço para lembrar do máximo possível. Mesmo aquelas que não resultaram em brigas, mas sim, todas as situações que você impôs a sua vontade, sem querer escutar os motivos das crianças.

Se quiser escreva também, qual foi o motivo da sua postura rígida. Quais as crenças por trás dos seus comportamentos?

Exemplos de crenças que você poderia ter:

“Era o melhor para meus filhos”.

“Eu sou a mãe ou pai e as crianças tem que me obedecer”.

“Se eles não me obedecerem eles serão adultos rebeldes”.

 

Pronto? Imagino que você já tenha anotado aí.

 

Como Educar Seus Filhos: Passo #2 - Reconhecendo O Degrau Atual

Agora que você já tem consciência das situações, escreva depois da sua lista: “O Quanto Sou Flexível:

Se você fosse dar uma nota de zero a dez, para o quanto você se considera flexível no papel de mãe ou pai... quanto seria?

Zero significa que você é totalmente rígido e dez significa que seu nível de flexibilidade está excelente!

Escreva aí a sua nota. Não tem certo, nem errado. É a sua percepção sobre si mesmo.

Pronto? Vamos em frente!

 

Como Educar Seus Filhos: Passo #3 – Subindo Um Degrau. Ação!

Agora, olhe a nota que você se deu... E responda à seguinte pergunta:

O que eu posso fazer para subir um ponto na minha nota?

Vamos supor que a sua nota foi 3. A pergunta é: o que eu posso fazer para chegar no 4?

E escreva uma simples ação que você pode fazer... Que na sua percepção vai fazer você ter uma nota melhor no quesito flexibilidade.

Por exemplo: “na próxima vez que eu tomar uma decisão e reconhecer depois que exagerei... Vou reconsiderar minha decisão... Vou conversar com as crianças e explicar o motivo da mudança. E se preciso... Vou perdir desculpas.”

 

Como Educar Seus Filhos: Passo #4 – Medindo O Progresso

Depois de uma ou duas semana, você pega novamente o seu pequeno plano secreto e refaz todos os passos para percber se sua nota melhorou.

Se melhorou, é só continuar. Se não melhorou, você pode definir uma nova ação e assim você vai ajustando seu plano até você perceber resultados melhores.

E quem sabe alguns resultados da sua nova postura sejam: Seus filhos vão confiar mais em você, ou não terão motivos para esconder nada de você e nem para mentir para você.

Assim como eu já falei em textos e vídeos anteriores, é um dia após o outro.

A persistência é o segredo.

 

Como Educar Seus Filhos: Pedir Perdão Aos Filhos... Pode?

 

Você pode pedir perdão ou desculpas para seus filhos, sem perder o respeito deles. Você estará ensinando a eles a humildade.

E adivinha como é que eu sei disso? Pois é, eu já fiz isso várias vezes na minha vida e ainda continuo fazendo quando precisa.

Eu peço perdão para minhas filhas quando eu percebo que exagerei ou que errei. E nem por isso elas deixaram de me respeitar e de me escutar.

 

E para finalizar esse conteúdo vou citar um trecho de um texto atribuído a Shakespeare:

“Ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados”.

 

Eu não sou expert em Shakespeare. É que eu gostei deste texto!

 

Como Educar Seus Filhos: E Agora Sua Ajuda 

 

Então, gostou do tema que eu abordei neste texto (e vídeo)? Gostou das dicas? Eu quero saber disso. Deixe abaixo o seu comentário, assim você me ajuda a criar conteúdos úteis para você e para sua família.

 

Compartilhe o link deste texto com outras mães e pais que você sabe que podem aproveitar esse conteúdo.

 

Agora, assine gratuitamente a minha LISTA VIP para receber mais conteúdos sobre Educação de Filhos e Meditação Para Crianças. É só informar o seu e-mail no quadro abaixo.

 

[widget 157]
 
 

Como Educar Seus Filhos: Erro #6 - Ser Inflexível

 

 

Meditação Para Crianças: Mindfulness. Atenção Plena.

 

#1: Para Que Serve a Meditação Para Crianças

#2: Guia Prática De Relaxamento Para Crianças [4 Passos Simples]

#3: Filme Infantil Divertidamente (Divertida Mente)

#4: As Crianças E Os Games Online. Jogos Educativos

 

comments powered by Disqus